• Home
  • L3 Talks
  • Transformação Digital: como fazer isso se tornar uma prioridade

Transformação Digital: como fazer isso se tornar uma prioridade

Conforme a pesquisa “2023 Gartner CIO and Technology Executive Survey”, realizada pelo Gartner, 4 em cada 5 CEOs estão aumentando os investimentos em tecnologia. Essa movimentação está acontecendo, principalmente, para combater as pressões econômicas atuais, escassez de talentos e restrição de ofertas. Entretanto, poucos investimentos são embasados por uma forte estratégia de TI, logo, não estão entregando os dividendos digitais esperados pela liderança.

Para melhorar esse cenário, o Gartner definiu três ações que devem estar presentes nas agendas dos CIOs. São eles:

Transformação Digital: identifique o tipo de impacto financeiro que o CEO deseja e priorizar iniciativas digitais que o apoiem

As iniciativas digitais geralmente não avançam ou até mesmo falham, devido à má conduta ou estruturas organizacionais mal definidas. Como, por exemplo, um comportamento isolado, resistência à mudança, falta de priorização, falta de talentos, etc.

Para combater essas adversidades, recomendamos que você converse com os líderes para entender quais são as prioridades e preocupações de cada um. Preste atenção aos tópicos mencionados mais de uma vez, o que cada líder considera um indicador de urgência e quais são os riscos que cada um está considerando. 

Em seguida, defina um parceiro em cada setor para dividir a iniciativa de mudança com você. O ideal é que seja alguém que já entenda o valor da transformação digital para a empresa. Além disso, precisa estar disposto a doar algumas horas por semana para espalhar esse mindset para a companhia. Educar a companhia sobre Transformação Digital é o primeiro desafio.

Criar uma hierarquia de métricas visuais para comunicar as interdependências entre as iniciativas relacionadas de Transformação Digital

As métricas são fundamentais para nortear as ações e medir seu sucesso. Entretanto, é muito comum que cada área tenha suas próprias métricas internas para medir apenas o impacto e não o real impacto. E isso não significa que elas conversem com as métricas-norte da companhia. É importante que as métricas de esforço estejam relacionadas com as métricas de negócios.

Uma forma de melhorar esse processo, conforme o Gartner, é perguntar ao CFO quais são as métricas que devem ser melhoradas pela Transformação Digital, o quanto devem ser melhoradas e em que prazo. Aqui, é papel do CIO e dos líderes de tecnologia deixar claro a interdependência da Transformação Digital e dos resultados financeiros e de negócios da empresa. 

Não tenha medo de perguntar aos líderes de negócio quais são, na visão deles, os principais indicadores de progresso em direção a métrica-norte. Aqui, entendemos como métrica-norte (ou north star metric que melhor define o principal valor que seu produto entrega aos clientes).

Por exemplo, se o objetivo principal é melhorar a margem de lucro por meio da experiência do cliente, você pode perguntar ao CMO o que significa essa melhoria. Pois ela pode variar desde o aumento de vendas, aumento da taxa de utilização dos serviços ou aumento das interações em meios digitais. Essa etapa é muito importante para que todos estejam na mesma página e consigam ir em busca de um objetivo em comum pensando na saúde da companhia.

Contribuir com os principais talentos de TI para o negócio, para catalisar uma equipe de alta performance para acelerar as iniciativas digitais priorizadas

Uma equipe de alta performance deve ser mista, com profissionais técnicos e de negócios. Todos especialistas em torno do resultado de negócios desejado, para acelerar os ganhos.

Essas equipes normalmente apresentam entregas contínuas, longe do gerenciamento de projetos. Possuem foco em metas e métricas de desempenho e compartilham os riscos e recompensas. Ao inserir profissionais de TI em equipes de negócios, é possível integrar especialistas de diferentes áreas e aumentar a perspectiva de negócios e iniciativas com foco interno. Dessa forma, constrói-se inteligência comercial nas equipes de TI, agregando o técnico ao negócio.

Bônus: acelere a Transformação Digital com parceiros de negócios

Quando você movimenta os colaboradores para criar times de alta performance, visando atingir os principais objetivos de negócio, cria lacunas em projetos internos de baixa prioridade. Tendo em vista a crescente demanda do setor de tecnologia nos últimos anos, os especialistas do Gartner recomendam buscar mão de obra de outras fontes. Como a terceirização de talentos, estagiários ou temporários. 

Na L3, elaboramos o plano de Transformação Digital, dividido em três fases: Maturidade, Priorização e Capacitação.

Na primeira etapa vamos descobrir o nível de maturidade da empresa para iniciar a Transformação Digital, segundo o departamento, cargo e tempo de empresa.  Seguido por um Business Assessment, com sessões de ideação e priorização para criação de uma matriz de esforço/impacto. E por fim, com o diagnóstico completo do nível de maturidade e a matriz do Business Assessment, conseguiremos capacitar os colaboradores exatamente nos pontos mais importantes. Dessa forma, você terá um plano de ação e uma equipe qualificada para a execução do mesmo.

Solicite uma agenda agora mesmo com um dos nossos especialistas.

Conheça mais sobre nossos principais cases de sucesso.

Veja mais

Tags:

Nosso site utiliza cookies de navegação e dados pessoais para aumentar a segurança e proporcionar a melhor experiência de navegação. Ao acessar e navegar você afirma estar de acordo com nossa Política de Privacidade.